Artigos

Professora Doutora Maria Antonieta Dias

Curriculum Vitae

O que são as Forças de Manutenção da Paz das Nações Unidas

Existe uma clara incompreensão sobre a necessidade de manter os valores consagrados na filosofia de vida de todos os povos.

Há necessidade de definir os objectivos prioritários para a concretização da missão de Paz no mundo.
Só com um elevado nível de cooperação interdisciplinar  é que poderão ser fornecidas as ajudas técnicas de emergência esperadas que complementarão a segurança e a humanização dos povos.
 
Contrariamente à convicção de que  uma crise humanitária se desenvolve por áreas  puramente económicas é espectável que em operações de Paz e Humanitárias a influencia positiva de padrões de referência dos valores éticos só serão eficazes forem praticados por  Homens bem formado, intelectualmente honestos, inteligentes e bem intencionados, sendo estes os únicos pilares de sustentabilidade nacional e internacional.
 
Sendo exigido este perfil de actores para  se conseguir obter de forma eficiente o comando entre todos os intervenientes sociais.
Se existir falta de coordenação na gestão das crises humanitárias não haverá organizações internacionais ou governos que consigam controlar os conflitos emergentes, muito menos ainda disponibilizar recursos e dinâmicas politicas assertivas para a manutenção da Paz.
 
São muitos os actores, as razões, as actividades de apoio envolvidos na luta  do desenvolvimento destinado à supervisão e ao cumprimento da defesa dos direitos humanos.
Assim não poderá de forma alguma ser considerada uma situação privilegiada  a execução de funções diplomáticas destinadas a manter o equilíbrio das tarefas de mediação e de reconciliação  de forma a prevenir, evitar e alertar as comunidades  nacionais e internacionais no sentido de evitar  eventuais perturbações graves das relações intersetoriais, sendo imperiosa a intervenção dos principais grupos sociais envolvidos nos apoios humanitários de forma a impedir que  potenciais conflitos venham a acontecer.
 
A construção da Paz no mundo obriga a ter um contacto permanente da vigilância das intenções dos executores das operações, da manutenção e no restabelecimento da Paz.
 
 Não é por acaso que a opinião de alguns  analistas consideram que as tarefas humanitárias e de apoio ao desenvolvimento  não deverão envolver-se nas de supervisão do cumprimento e do respeito pelos direitos humanos.
 
Em suma, todas as lideranças politicas que não estejam associadas à preservação do respeito intrínseco da defesa da vida, estarão mais tarde ou mais cedo reduzidas ao fracasso.

 

 Etica e Cidadania para a Consolidação da Paz e SegurançaINSCREVA-SE

Reserve a sua participação.

Um projeto de investigação e formação na CPLP e Europa

Envie-nos o seu artigo

Deseja ver o seu artigo publicado na Associação dos Amigos das Forças Armadas Portuguesas? Envie-nos o seu artigo por através de email para: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. . Após ser revisto e aprovado procederemos à publicação.