Membros dos Centros

PROF.ª DR.ª AILEDA DE MATTOS OLIVEIRA

Natural da cidade do Rio de Janeiro, estado do Rio de Janeiro (antigo estado da Guanabara), onde nasceu a 6 de maio de 1931. Seu estado civil: casada e sem filhos.

HISTÓRICO UNIVERSITÁRIO:

Fez o Curso de Graduação (Bacharelado) em Letras, na área de Português-Literaturas (Brasileira e Portuguesa), na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

O Curso de Licenciatura em Português-Literaturas na Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Optou por especialização em língua materna. Fez o Curso de Mestrado em Língua Portuguesa na Universidade Federal Fluminense (UFF).

O Curso de Doutorado em Letras Vernáculas (Língua Portuguesa), na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

ATIVIDADES NA ÁREA PROFISSIONAL

Docente de Língua Portuguesa na Faculdade Gama e Souza, particular, desde 3 de fevereiro de 1999.

Palestrante nos Campi da Faculdade, onde leciona e em Congressos, sobre assunto de sua área de especialização, Língua Portuguesa, e das áreas conexas: Linguística, Filologia, Gramática Textual e Análise do Discurso.

Fez a palestra “Educação: situação atual”, voltada para a situação político-ideológica do momento, no Instituto de Geografia e História Militar do Brasil (IGHMB), na Casa Histórica de Deodoro.

Fez a palestra “Educação e família ameaçadas”, no Círculo Militar de Belo Horizonte (CMBH), no estado de Minas Gerais.

Participante de Bancas de Defesa de Monografias da Pós-Graduação da Faculdade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e na Faculdade Gama e Souza.

Autora de artigos sobre a sua especialização publicados em revistas acadêmicas. Participou de vários Congressos como palestrante e presidente de Mesa, deixando de citá-los aqui, em virtude de se referir às disciplinas concernentes à área de Letras.

Ex-integrante do Círculo Fluminense de Estudos Filológicos e Linguísticos (CiFEFiL), do qual foi Diretora Cultural e Organizadora de dois Encontros de Língua, Linguística e Filologia, no Auditório José de Alencar, da Academia Brasileira de Letras (ABL), em 2002 e 2003.

CURSOS FORA DA ÁREA PROFISSIONAL

Curso de Estudos de Política e Estratégia na Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra (ADESG – Rio de Janeiro), integrando, posteriormente, a parte Executiva da Instituição.

Curso de Logística e Mobilização Nacional (CLMN) na Escola Superior de Guerra (ESG).

ATIVIDADES FORA DA ÁREA PROFISSIONAL

Vice-Presidente da Academia Brasileira de Defesa até setembro de 2016 e da qual é membro Acadêmico Perpétuo Fundador.

Membro do Centro Brasileiro de Estudos Estratégicos (CEBRES).

Articulista do Jornal Inconfidência, editado em Belo Horizonte (Minas Gerais), sobre assuntos políticos, militares e referentes à conjuntura nacional.

Autora de muitos artigos sobre a situação atual do Brasil e em defesa das Forças Armadas Brasileiras divulgados pela internet, há vários anos.

Autora do artigo intitulado “Sem alicerces, a sociedade não se sustenta”, no qual se refere aos três sustentáculos da Nação: Família, Educação e Fé, publicado no livro “Drogas? Atenção!, organizado pela Prof.ª Mina Seinfeld de Carakushansky.

PASSADO PROFISSIONAL

Professora aposentada do Ensino Médio do Estado do Rio de Janeiro.

Professora Substituta de Língua Portuguesa na Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (FFP/UERJ).

Professora da Escola Naval (EN).

LIVROS PUBLICADOS

“Discurso Político Autocrático – Uma Visão Linguístico-Semiótica” (Baseado na Tese de Doutorado). Analisa, utilizando-se dos meios linguístico-semióticos, os pronunciamentos à Nação do ex-Presidente Fernando Collor de Mello e seus destemperos vocabulares em entrevistas, com o objetivo de trazer à superfície os interesses ocultos do governo sob a falácia encantatória a gosto dos ouvidos populares.

O Nome do Homem – Reflexões em Torno dos Nomes Próprios”, em coautoria. Da sua lavra, apenas, a parte sobre “Reflexões ...”. Aliás, breves reflexões sobre a importância do nome em relação à pessoa nomeada e a atual influência de nomes de ídolos na onomástica popular.

Mobilidade e Implantação – Como a Língua Portuguesa Sobreviveu à Língua Geral. Esta obra trata da transplantação da língua e os mais de dois séculos para a sua efetiva implantação. Analisa a atuação dos jesuítas na Colônia, a das forças luso-brasileiras, embrião do Exército Brasileiro, e a vitória alcançada por elas na Batalha dos Guararapes, em 1648, contra os invasores holandeses, e a participação dessas forças no trabalho de fazer sobreviver a língua portuguesa por meio de sua mobilidade com objetivos de defesa da terra.

Já editado neste ano de 2017, e aguardando lançamento, a recente obra “Ser ou não ... Uma Questão verbal”, em que trata do verbo ‘ser’ e do substantivo ‘ser’, em várias abrangências: filosófica, bíblica, gramatical e a sua ausência nas línguas hebraica e árabe. Trata também do emprego do verbo ‘ser’ entre os falantes brasileiros, em determinadas situações de interlocução, nas modalidades coloquial e popular, quando perde a sua característica de verbo.

Prof. ª Drª. Aileda de Mattos Oliveira

Rio de Janeiro, RJ, 5 de junho de 2017

 Etica e Cidadania para a Consolidação da Paz e SegurançaINSCREVA-SE

Reserve a sua participação.

Um projeto de investigação e formação na CPLP e Europa

Envie-nos o seu artigo

Deseja ver o seu artigo publicado na Associação dos Amigos das Forças Armadas Portuguesas? Envie-nos o seu artigo por através de email para: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. . Após ser revisto e aprovado procederemos à publicação.